Voltar ao início

Navio

Qual a profundidade de uma poça de chuva,
Que não me molha e não inunda?
Quanto tempo mais eu vou ter, pra descobrir se você,
Vai mesmo morar na Lua?

O barco passa bem longe,
E essa estrada é tão feia.
Igual cabana de camping,
Garrafa cheia de areia.

Sinto esse alívio sufocante,
Um alegria ruim.
Essa mudança constante,
Esse infinito no fim.

Sei que esse beijo, não vá…
Esse beijo não vale.
Eu também quero um navio,
Esse beijo, não vá…

Endereço para trackback

Nenhum comentário

Seja o primeiro a comentar

Deixe seu comentário

© 2017 – Trafos Carbajal todos os direitos reservados.